Parceiros da Pet Amigo

  • Grey Facebook Icon
  • Grey Instagram Icon
bomdog.png
índice.png
Logo-Tomada-1.png
17884524_1379919348736094_79465954399654
18485520_1912188345691602_67837797954835
34649326_204356150381440_913522363990016
59561060_2542202305810750_24235513253095

© 2017 Associação Pet Amigo. Todos os direitos reservados

Desenvolvido por e ilustrado: camillaleitealvarenga@gmail.com

Intervenção assistida por animais

No Brasil, a Intervenção Assistida por Animais começou na década de 50, no Centro Psiquiátrico Nacional Pedro II, localizado no Engenho Velho, Rio de Janeiro. Quem começou tudo foi a médica Nise da Silveira, uma renomada psiquiatra que não concordava com os métodos agressivos da época e defendia a Sessão Terapêutica    Ocupacional. Nise delegou para um de seus pacientes a responsabilidade de cuidar de uma cadela  abandonada do hospital e observou que o paciente apresentou melhora. Ela, então, começou a tratar pacientes com esquizofrenia e distúrbios mentais com  ajuda de atividades com gatos. Apenas na década de 80, com o início dos centros especializados e de pesquisas científicas de IAA, houve um aumento do interesse dos profissionais da saúde pelo tipo de terapia.

A  Intervenção  Assistida  por Animais (IAA) é popularmente conhecida por Pet Terapia e tem como objetivo proporcionar benefícios físicos, emocionais, comportamentais e cognitivos aos assistidos através da interação com o animal,   sempre levando em conta o bem-estar  do animal.

A IAA é dividida em três categorias:

· Atividade Assistida por Animais(AAA),

· Terapia Assistida por Animais(TAA) e

· Educação Assistida por Animais(EAA).

Os  estudos  mostram  que  a  IAA  aumenta  a  liberação de hormônios, como a dopamina, ocitocina e endorfina, ligados a sensação de bem-estar, prazer, ânimo e redução da dor; atua também na diminuição do cortisol, o que ajuda na redução do estresse e da ansiedade. A IAA também proporciona o aumento da autoestima, na estimulação da memória, diminuição da pressão arterial e do colesterol, no comportamento social, na concentração, melhorando as habilidades de comunicação, reduzindo a sensação de abandono. 

Intervenção Assistida por Animais- IAA

Atividade Assistida por Animais– AAA

A AAA é uma atividade mais informal realizada por profissionais capacitados, envolvendo animais especialmente treinados, que tem como objetivo fornecer benefícios motivacionais, educacionais e recreativos para os assistidos, de forma a melhorar sua qualidade de vida. 

A AAA é realizada de maneira lúdica, podendo utilizar brincadeiras, livros, jogos ou apenas a interação com o animal.  Na AAA não é necessário ter objetivos definidos, pode ser individual ou em grupo. Os manipuladores do animal (Voluntários) devem ser treinados para facilitar a interação com o  assistido e conduzir o animal.

 

A AAA é muito utilizada em hospitais, escolas, asilos, prisões, ambiente de  trabalho, onde proporciona diversos benefícios aos assistidos.  Dentre eles, redução de estresse, diminuição da pressão arterial, melhora na comunicação, melhora da autoestima e ajuda a sociabilização avaliado.

Terapia Assistida por Animais– TAA

A TAA é necessariamente direcionada a um objetivo e precisa ser estruturada para promover a melhoria na saúde  física, social, emocional e ou cognitiva do assistido. Uma equipe deve ser  especialmente treinada, pois o animal é parte integrante do processo de tratamento. A TAA  é conduzida por um profissional da área da saúde. Existem metas específicas para cada indivíduo envolvido e o processo é  documentado e avaliado.

Educação Assistida por Animais- EAA

 A EAA é necessariamente direcionada a um objetivo e precisa ser estruturada para promover a melhoria cognitiva do assistido. Uma equipe deve ser especialmente treinada, pois o animal é parte integrante do processo de educação. A EAA  é conduzida por um profissional da área de educação. Existem metas específicas para cada indivíduo envolvido e o processo é documentado e avaliado.

Leis de IAA

No Brasil ainda não temos uma lei regularizando a intervenção assistida por animais. Existe o Projeto de Lei 5.083/16 , mas os especialistas sugerem mudanças.

No DF o projeto de lei 333/2019 que assegura o acesso de animais domésticos e de estimação em asilos, creches e unidades destinadas à internação e tratamento de pessoas com transtornos mentais e dependentes químicos foi aprovado pela CLDF e segue agora para a sanção do governador.

 

No município de São Leopoldo - RS foi sancionada a lei Municipal nº 8.151, de 06 de agosto de 2014, que cria o Programa de Terapia Assistida por  Animais (TAA).


Em São Paulo, existe a LEI Nº 16.827 de 6 de Fevereiro de 2018, que dispõe sobre a liberação de entrada de animais de estimação em hospitais públicos para visitas a pacientes internados.


E, no Rio de Janeiro, a LEI Nº 6.492, DE 19 DE MARÇO DE 2019, que  dispõe sobre o ingresso de animais domenticos nos hospitais.

Diferença entre IAA, animais de assistência (animais de serviço) e animais de Suporte emocional

· Interação Assistida por Animais: Popularmente conhecida por Pet Terapia, tem como objetivo proporcionar benefícios físicos, emocionais, comportamentais e cognitivos aos assistidos por meio da interação com o animal. Na IAA, os cães fazem visitas periódicas em instituições, como hospitais, escolas e asilos.

· Cães de Assistência: São cães treinados que auxiliam pessoas com deficiência, com serviços específicos de acordo com necessidades. Proporcionam, assim, independência e melhora na qualidade de vida do tutor. Os cães de assistência ajudam em atividades como a recuperação de objetos que estão fora de alcance, abrir e fechar as portas, acender e apagar as luzes, ajudar na locomoção de pessoas com deficiência visual, apoiar pessoas com dificuldades auditivas, proporcionar equilíbrio e contra peso para pessoas que caminhem com dificuldades, detecção de hipoglicemias e hiperglicemias, ou auxílio durante e após episódios de epilepsia.

· Animais de Suporte Emocional: O animal precisa ser prescrito, por um profissional de saúde mental licenciado, para uma pessoa com uma doença mental incapacitante. Um terapeuta, psicólogo ou psiquiatra, por exemplo, deve decidir que a presença do animal é necessária para a saúde mental do paciente.

Padrões internacionais

Alguns benefícios da IAA

A Pet Amigo segue padrões internacionais durante as atuações de Intervenção Assistida por Animais(IAA). Essas Normas de práticas foram desenvolvidas por organizações para ajudar indivíduos, organizações, instituições e provedores de serviços de saúde que atuam com IAA.

 

Dentre essas normas estão:

· Os direitos básicos dos pets, com objetivo de minimizar ameaças e restrições desagradáveis ao comportamento e promover o engajamento às atividades gratificantes para o pet.

· Os critérios de saúde que devem ser avaliados para participação do pet para a IAA.

· O perfil comportamental do pet para realizar a IAA.

· Garantir que os métodos de treinamento sejam realizados sempre aplicando métodos de adestramento positivo.

· normas de avaliação de comportamentos.

· normas de conduta para interação do tutor do cão;

·  Além de várias outras normas voltadas as IAA.

 

A Pet Amigo segue as normas internacionais e algumas outras desenvolvidas pela equipe, como limpar as patinhas dos pets com lencinhos de clorexidina antes de colocar o pet no leito, uso de pano TNT descartáveis no leito dos pacientes, chegar 15 minutos antes para ambientação da equipe e do pet e limite máximo de iteração do cão de uma hora e meia.

 

 

Projeto Biluca na escola